domingo, 7 de fevereiro de 2016

Saudade Navegante

Blog de meuamorvirtual :Borboletando, Saudade Navegante

Saudade Navegante

Tem sido a existência um vasto oceano
De fases inconstantes, de instabilidade;
Hoje à deriva, flutuo na saudade,
Em abandono, a esmo, à nau do desengano...

Agora minhas horas vagueiam lentamente
E, após o entardecer, aumenta a agonia
Que torna o dia - noite -, transforma noite em dia
Por sorte, existe a Lua, a leal confidente.

Magia prateada que instiga a recordar,
Em ondas do passado me impele a navegar
No barco de quimeras deste arfante peito...

E, em tantos devaneios, me ponho a delirar
Que a névoa dos diáfanos raios de luar
Vem nos cobrir de sonho em nosso ardente leito...

Oriza Martins

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Saudade Navegante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...