domingo, 7 de fevereiro de 2016

Pensar em Ti

Pensar em ti

Pensar em ti é coisa delicada.
É um diluir de tinta espessa e farta
e o passá-la em finíssima aguada
com um pincel de marta.

Um pesar grãos de nada em mínima balança,
um armar de arames cauteloso e atento,
um proteger a chama contra o vento,
pentear cabelinhos de criança.

Um desembaraçar de linhas de costura,
um correr sobre lã que ninguém saiba e ouça,
um planar de gaivota, como um lábio a sorrir.

Penso em ti com tamanha ternura
como se fosses vidro ou película de louça
que apenas com o pensar te pudesses partir.

António Gedeão


Achei lindo este soneto! O eu-lírico compara o pensar na pessoa amada com o que existe de mais delicado, deixando  transparecer (e o transparente, diáfano, aqui cai muito bem) a importância desta pessoa para ele...

E é assim que devemos pensar e cuidar do amor: com ternura, como algo delicado, que merece atenção, mimos, zelo...

Beijos, um ótimo domingo para todos!

Com carinho

Isabel
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...