domingo, 7 de fevereiro de 2016

O Amor


O Amor

O amor é o murmúrio da terra
quando as estrelas se apagam
e os ventos da aurora vagam
no nascimento do dia...
O ridente abandono,
a rútila alegria
dos lábios, da fonte
e da onda que arremete
do mar...

O amor é a memória
que o tempo não mata,
a canção bem-amada
feliz e absurda...
E a música inaudível...
O silêncio que treme
e parece ocupar
o coração que freme
quando a melodia
do canto de um pássaro
parece ficar...

O amor é Deus em plenitude
a infinita medida
das dádivas que vêm
com o sol e com a chuva
seja na montanha
seja na planura
a chuva que corre
e o tesouro armazenado
no fim do arco-íris.

Vinícius de Moraes 


  Vinicius, mais do que ninguém, tinha uma facilidade para falar de coisas indescritíveis. Mesmo assim, ele só consegue dar um vago vislumbre da profundidade deste sentimento, pois o amor, por mais que falemos dele, continua sendo um mistério, algo que jamais alguém poderá descrever em sua plenitude...

Beijos, tenham um dia muito feliz, cheio deste sentimento maravilhoso!

com carinho

Isabel


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...