terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Guardei-me

 
 
Guardei-me

Guardei-me como um segredo,
para que teu tempo fosse o meu,
para que meu tempo fosse agora.

Guardei-me como a pérola na ostra,
para que o mar ficasse calmo,
para que as pedras não me vissem.

Guardei-me como as flores no inverno,
em pequeno botão,
e atrás das folhas.

Guardei-me como um livro fechado,
para a leitura inteira
e completa.

Guardei-me no amor silenciado,
para a reconstrução das velas em vento:
guardei-me para ti.

Léa Ferro

 Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Guardei-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...