sábado, 6 de fevereiro de 2016

Grandes e Pequenas Mulheres


Grandes e Pequenas Mulheres

Há mulheres de todos os gêneros. Histéricas, batalhadoras, frescas, profissionais, chatas, inteligentes, gostosas, parasitas, sensacionais. Mulheres de origens diversas, de idades várias, mulheres de posses ou de grana curta.

Mulheres de tudo quanto é jeito. Mas se eu fosse homem prestaria atenção apenas num quesito: se a mulher é do tipo que puxa pra cima ou se é do tipo que empurra pra baixo.

Dizem que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Meia-verdade. Ele pode ser grande estando sozinho também. Mas com uma mulher xarope ele não vai chegar a lugar algum.

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Grandes e Pequenas Mulheres

Mulher que puxa pra cima é mulher que aposta nas decisões do cara, que não fica telefonando pro escritório toda hora, que tem a profissão dela, que o apoia quando ele diz que vai pedir demissão por questões éticas e que confia que vai dar tudo certo.  

Mulher que empurra pra baixo é a que põe minhoca na cabeça dele sobre os seus colegas, a que tem acessos de carência bem na hora que ele tem que entrar numa reunião, a que não avaliza nenhuma mudança que ele propõe, a que quer manter tudo como está.



Mulher que puxa pra cima é a que dá uns toques na hora de ele se vestir, a que não perturba com questões menores, a que incentiva o marido a procurar os amigos, a que separa matérias de revista que possam interessá-lo, a que indica livros, a que faz amor com vontade.  

Mulher que empurra pra baixo é a que reclama do salário dele, a que não acredita que ele tenha taco pra assumir uma promoção, a que acha que viajar é despesa e não investimento, a que tem ciúmes da secretária.

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Grandes e Pequenas Mulheres
 
Mulher que puxa pra cima é a que dá conselhos e não palpite, a que acompanha nas festas e nas roubadas, a que tem bom humor.

Mulher que empurra pra baixo é a que debocha dos defeitos dele em rodinhas de amigos e que não acredita que ele vá mais longe do que já foi.
 
Se por trás de todo grande homem existe uma grande mulher, então vale o inverso também: por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulher pequena.

Martha Medeiros



Os textos da Martha Medeiros são unanimidade. Neste, ela retrata o perfil de mulheres antagônicas: a que constrói a autoestima masculina e torna-se uma companheira de fato, e a que se empenha de todas as maneiras para destruí-lo, para humilhá-lo para massacrar sua autoestima... e olha que nós, mulheres, sabemos fazer muito bem tanto um quanto o outro papel...

O que as mulheres que empurram para baixo não percebem é que elas acabam indo junto e levando, de quebra, os filhos, que veem a desestruturação da autoridade da figura masculina e não têm um modelo saudável de relação familiar para construir a sua personalidade.

No final, as pequenas mulheres, na sua mesquinhez, causam um imenso mal a todos que a cercam. Como diz o livro de Provérbios: "Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola, com as próprias mãos a derruba." Pv14.1

Que haja sabedoria em nossas vidas, para que possamos edificar uma família saudável e feliz!

Beijos, com carinho

Isabel

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Grandes e Pequenas Mulheres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...