domingo, 7 de fevereiro de 2016

Coração de Poeta



Meu Coração

Eu tenho um coração - um mísero coitado
ainda vive a sonhar... ainda sabe viver...
- acredita que o mundo é um castelo encantado
e criança vive a rir batendo de prazer...

Eu tenho um coração, - um mísero coitado
que um dia há de por fim, o mundo compreender...
- é um poeta, um sonhador, um pobre esperançado
que habita no meu peito e enche de sons meu ser...

Quando tudo é matéria e é sombra - ele é uma luz...
Ainda crê na ilusão... no amor... na fantasia...
- sabe todos de cor os versos que compus...

Deus pôs-me um coração com certeza enganado:
- e é por isso, talvez, que ainda faço poesia
lembrando um sonhador do século passado!...

J G de Araújo Jorge


Mais um soneto de Araújo Jorge, de quem sou uma grande admiradora e cujos poemas eu amo.

Quando li o poema, achei que ele estava falando do meu coração, e não do dele... o meu coração também é assim, um sonhador, que acredita no amor, na vida, nas pessoas...

E assim vamos nos lendo e nos encontrando em tantos textos, poemas, canções e pessoas, de agora ou de épocas remotas. A Literatura nos mostra isto: muda-se os tempos, mas a essência humana permanece. 

Com carinho

Isabel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...