segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

As Verdadeiras Mulheres Felizes

Blog de meuamorvirtual :Borboletando, As Verdadeiras Mulheres Felizes

"Os homens são as verdadeiras mulheres felizes"

 Os homens saem pela porta de manhã e vão trabalhar sem pensar se os filhos estão bem agasalhados ou se fizeram o dever da escola.

Os homens não menstruam, não têm celulite, não passam por alterações hormonais que detonam o humor.

Os homens não se preocupam tanto com o cabelo e não morrem de culpa quando não telefonam para suas mães.

Os homens comem qualquer coisa na rua e o cardápio do jantar não é da sua conta, a não ser quando decidem cozinhar eles próprios, e isso é sempre um momento de lazer, nunca um dever.

Os homens não encasquetam tanto, são mais práticos.
Porque nosso mal é este: pensar demais.

Nós, as reconhecidas como sensíveis e afetivas, somos, na verdade, máquinas cerebrais.

Alucinadamente cerebrais.

Capazes de surtar com qualquer coisa, desde as mínimas até as muito mínimas.

Somos mulheres que nunca estão à toa na vida, vendo a banda passar, e sim atoladas em indagações, tentando solucionar questões intrincadas, de olho sempre na hora seguinte, no dia seguinte, planejando, estruturando, tentando se desfazer dos problemas, sempre na ativa, sempre atentas, sempre alertas, escoteiras 24 horas.

Os homens, mesmo quando muito ocupados, são mais relax.
Focam no que têm que fazer e deixam o resto pra depois, quando chegar a hora, se chegar. Não tentam salvar o mundo de uma tacada só.

E a chegada de um filho, ainda que assuste a eles, como assusta a todos, é algo para se lidar com calma, é um aprendizado, uma curtição, nada de muito caótico.

Eles não precisam dar de mamar de duas em duas horas, não ficam fora de forma, não enlouquecem. Isso é uma dádiva: os homens raramente enlouquecem.

Nós, nem preciso dizer. Nascemos doidas.

Por isso somos tão interessantes, é verdade, mas felicíssimas, só de vez em quando, nas horas em que não nos exigimos desumanamente.

Homens, portanto, são realmente as verdadeiras mulheres felizes."

Que isso sirva de homenagem aos queridos, e sirva pra rir um pouco de nós mesmas, as que se agarram com unhas e dentes ao papel de vítimas porque ainda não aprenderam a ser desencanadas como eles.

Martha Medeiros
  
 (trecho do livro ,'Un Heureux Événement', 
de Eliette Abecassis)

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, As Verdadeiras Mulheres Felizes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...