quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Nunca se Perguntou...


Blog de meuamorvirtual :Borboletando, Nunca se Perguntou

Nunca se Perguntou
 
Porque vivia sozinha
em Nova York
toda semana ia
à mesma peixaria em Chinatown
comprar a tartaruga viva. 
Depois
dura casca metida em saco plástico
ia atirá-la no Hudson.
 
Nunca se perguntou
o que acontecia à tartaruga
na água turva
mancha entre manchas
nunca se perguntou
se submersa se enredava em correntes
âncoras cabos
se era estraçalhada pelas hélices.
 
Ia toda semana deixar seu dinheiro
na pálida mão do peixeiro chinês
e caminhava até o rio
sentindo estremecer as nadadeiras
para entregá-la ao Hudson
e acreditá-la livre.

Marina Colasanti em Fino Sangue

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Nunca se Perguntou

Bom dia, queridos amigos!

Uma moça numa cidade grande, escondida no seu anonimato. Sem preocupar-se se estava sendo vista, sem preocupar-se com a opinião alheia, sem preocupar-se em ser aplaudida... assim, simplesmente, fazia o que estava em suas mãos fazer... comprava toda semana uma tartaruga e devolvia-a ao rio, por acreditá-la livre.

Quantas pessoas, anonimamente, fazem a sua parte, simplesmente por acreditar que um pequeno gesto pode fazer a diferença. E se todos fizessem isto, e se todos tivesse esta crença, e se todos doassem um pouco de si sem esperar recompensas, o mundo seria mais humano, mais solidário.

Um pequeno gesto, uma palavra, o fato de eu estar aqui, escrevendo isto, faz, sim, a diferença. E se não fizer, eu fiz a minha parte. Que este seja o nosso norte, que este seja o nosso lema!

Um lindo dia para todos!

com carinho

Isabel

Blog de meuamorvirtual : Borboletando, Nunca se Perguntou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...