segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Doçura


Doçura

Quando a aurora se rompe
Meu olhar dirige-se aos céus.
Sussurro às brumas e
Ouço que
Sem amor
Sem emoção
Sem doçura
Seríamos como gotas salgadas
de um frio oceano.
  
Arnalda Rabelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...