quarta-feira, 1 de junho de 2016

Silêncio


Silêncio

A esperança partiu
no mesmo porto,
junto à sua partida.

Ficou a vida
repleta de caminhos,
onde os passos seguem silenciosos.

No peito, uma estranheza palpitante
de um abandonado jardim, quase sem sentido,
tentando provar que ainda restam flores.

Rosy Moreira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...