segunda-feira, 17 de junho de 2013

A Difícil Arte da Paciência

A Difícil Arte da Paciência

Ai, que esperar cansa!!! E causa desânimo! E pré-ocupa as nossas mentes.

Por que preocupar tem sempre uma conotação negativa, se na realidade significa ocupar com antecipação? Deve ser por causa dessa nossa mania de que devemos pré-ocupar nossa cabeça, que devemos nos pré-ocupar com problemas, tragédias, coisas ruins. Alguns, mais sábios, se pré-ocupam com sonhos, mas nem mesmo chamam isso de preocupação.

Sabemos perfeitamente como funciona a vida e que precisamos saber esperar o que não temos controle. Mesmo as flores esperam sua hora de desabrochar.

E pra vida não queremos esperar. Queremos desejar e no minuto seguinte ver o resultado, como se não fosse preciso a maturação dos nossos desejos. Trazemos para nós, antecipadamente e muitas vezes inutilmente, doenças físicas e espirituais.

Muitas vezes pegamos um atalho e chegamos mais rápido, mas com isso perdemos muito da beleza do caminho. Chegamos mais cedo sim, mas de certa forma alguma coisa ficou faltando. Não é assim com as crianças e adolescentes que vivem cedo demais a vida adulta?

Se colhemos uma flor em botão, impedimos a ela e a nós a sua plenitude.

Mas que é difícil ser paciente, isso é! Há horas em que queremos pegar o relógio do tempo e girar os ponteiros com nossas mãos para que o dia seguinte chegue logo; queremos dormir muito para não ver as horas se desfilando graciosamente diante dos nossos olhos; queremos pensar em outras coisas, mas não conseguimos.

Sacrificamos, dessa forma, nosso presente, por um futuro desconhecido, que nem sempre será de acordo com o que pensamos.

Pessoas que esperam por um dia feliz jogam fora a felicidade do presente com a ansiedade do amanhã.

Pior é quando esperamos pelo resultado de um exame com probabilidades negativas. Aí então, nosso hoje fica realmente perdido. Choramos antes, temos dores de cabeça antes, não dormimos antes... o presente torna-se não somente inútil, mas quase insuportável. Não temos, infelizmente, essa capacidade gloriosa de nos dizer: "deixa para eu sofrer para quando souber do resultado definitivo e se não for o que se espera, não sofri por nada."

Se há um tempo para todas as coisas, deixemos então que cada coisa chegue na sua vez. Vamos abraçando-as uma a uma à medida que chegam até nós, vivendo o minuto presente que é a graça diária que Deus nos oferece.

Aprender a paciência é uma arte, provavelmente a mais difícil de todas. Ela exige muito de nós, exige autocontrole, exige determinação.

Viva o hoje! Viva a hora de agora! O amanhã pode tanto esperar por você quanto você espera por ele.

Letícia Thompson


Bom dia, queridos amigos!

Neste tempo em que tudo é automático, não desenvolvemos a nossa capacidade de esperar, de ter paciência. E, por mais que tudo esteja assim tão automatizado, continuamos com pressa, sem tempo. O dia é pouco para tantos afazeres. Não desenvolvemos a capacidade da contemplação, de admirar a paisagem, o caminho, porque o nosso objetivo é a chegada.

Até os relacionamentos entraram neste ritmo. Não há mais tempo para a maturação, para o conhecimento, para o namoro. Parte-se já para as etapas finais, 'queimando' as anteriores.

Li, há algum tempo, sobre um homem que, penalizado pelo processo demorado e sofrido da borboleta para sair do casulo, quis ajudá-la, facilitando a sua saída. O resultado é que ela não tornou-se apta para voar. Ela precisava passar pelo processo lento da maturação, assim como nós precisamos passar por muitos processos para adquirir maturidade.

Então, pra que a pressa?! Deixemos que as coisas aconteçam no seu tempo, no tempo certo. Aprendamos a exercitar o dom da paciência!

Beijos, tenham todos uma semana maravilhosa!

Isabel



8 comentários:

  1. Oi querida,
    Verídico o seu relato e ele acomete a maioria populacional.
    Eu não faço parte dessa estatística, pois sou mineira, tranquila e " deixo a vida me levar, vida leva eu" e está me levando muito bem.
    Pra que tanta pressa? pra morrer??
    Obrigada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Olá Isabel :)
    Post maravilhoso...
    O cultivo da paciência é um exercício diário...
    eu treino isso o tempo todo!rsrs
    Tenho melhorado muito,afinal a impaciência é algo perturbador, estressante,
    e estava esgotando minhas forças.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi,Isabel! A paciência é uma grande virtude. Tem vezes que temos que contar até 10 para não explodir... Bom começo de semana para você também,lindinha! Beijos, Lylian

    ResponderExcluir
  4. Bel:
    A impaciência é uma característica típica dos adolescentes.
    E que depois quase vira uma marca registrada na vida de todos nós, se não colocamos o pé no freio, né.
    Eu aprendi a ser paciente depois que tive minha filhota.
    Hoje caminho com mais leveza e procuro enxergar o que a vida oferece de bom.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Isabel!!!
    Paciência é um dom...
    Feliz que tem...
    Lindo texto!!!
    Feliz semana!!!
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo e verdadeiro,Isabel.

    Realmente com a pressa de saber os resultados não vivemos o dia de hoje,o momento que é o que importa.

    Essa falta de tempo não existe. É a aceleração para nada.Nós fazemos nosso tempo.

    Conheço a história do homem que tentou ajudar a borboleta a sair do casulo.

    É uma bela lição de vida.

    Obrigada pela visita,linda e querida amiga!


    Um finalzinho de segunda excelente!

    Beijos


    Donetzka



    ResponderExcluir
  7. Oi Isabel escolhas maravilhosas das postagens. Sou fã da Letícia Thompson, ela nos ensina muito com suas mensagens. Amo seu blog, temos gostos parecidos nas mensagens, incentivamos a leitura, isto é muito legal! Parabéns.
    Uma semana abençoada, bjuss

    ResponderExcluir
  8. Izabel, já fui do tipo de pessoa que sofria por antecipação. Hoje, acredito, tenho maior autocontrole quanto a isto, mas, em caso de exames, principalmente de pessoas que amo, não consigo evitar a impaciência. É como você bem disse, queremos poder acelerar os ponteiros do relógio para que a resposta, boa ou ruim, chegue logo.
    Há muitas coisas que realmente não sou paciente. Preciso exercitar melhor a minha paciência.

    ResponderExcluir

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...