terça-feira, 22 de maio de 2012

Pouco a Pouco



Entrega


Não me entrego de uma vez
vou pouco a pouco
como loba rondando a casa
ou lua esquecida acesa
nas primeiras horas da manhã
vou passo a passo
como poesia rondando a vida
vou lentamente
como pássaro que aprende o ar
e de repente sou loba sou lua
sou poesia e pássaro derramado

Roseana Murray


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...